os radim de brasília: uma ficção documental sobre a cidade 

Os “radim” de brasília, como ficaram conhecidos, foi um movimento contra cultural formado por operários e trabalhadores, em sua maioria negros, que atuaram na construção da cidade entre 1957 e 1960. Marcado pelo uso de tecnologia e pela irreverência estética, esse movimento foi uma forma de expressão dos trabalhadores a partir de intervenções na paisagem da capital utópica, ora pela forma de se vestir através da customização dos uniformes de trabalho ora pelas ações coletivas que alteravam o visual da cidade em construção. O nome se deve à marcante presença do rádio portátil - tecnologia avançada à época - no cotidiano dos canteiros que operavam ritmados por sons que iam de Chuck Berry e Little Richard a João do Vale e Elza Soares. 

"os radim de brasília" é uma narrativa ficcional desenvolvida a partir do remix de imagens documentais retiradas do arquivo público do distrito federal (arpdf) e disponibilizadas online.

 

a partir da inserção de textos e da edição das imagens é possível criar uma cronologia alternativa que vê na história da construção de brasília a possibilidade de elaborar contra-narrativas que adicionem camadas à história oficial do episódio, seus acontecimentos e os imaginários que podemos elaborar através dele.